Aurea Mediocritas @ 10:50

Qua, 27/01/10

 

 

Caracas acusa Paris de ingerência

"A Venezuela acusou a França de ingerência nos assuntos internos venezuelanos e pediu ao Governo francês que rectifique as críticas à decisão de Caracas de suspender seis canais de televisão por cabo que não transmitem os discursos do Presidente Hugo Chávez."

"Segundo a nota, «a Venezuela, como país independente, livre e profundamente democrático, toma decisões soberanas que garantam a aplicação da Constituição e leis, e zelam de maneira irrestrita pelo respeito por todos os direitos fundamentais».

 

Mais uma vez os Franceses, arrogam-se o direito de impor os principios da sua malsã Revolução sobre os direitos naturais dos povos, dos seus costumes e dos seus governantes.

 Querendo esmagar-nos a todos sob o manto sufocante dos seus principios universalistas, quiseram atacar o direito à auto determinação do valente povo Venezuelano, pondo em questão as decisões do seu Líder legitimo, o Senhor Hugo Chavez.

Mas a Venezuela é um povo que não quebra! É um povo que diz não! E que olhando desafiadoramente a pérfida França, lhe disse em voz estentória:

 

"-Ó revolucionária turba-multa, Ó França que perdeste o norte, Nós, os da antiga Nação da Venezuela te dizemos; aqui vivemos pela lei dos nossos avós, aqui obedecemos aos nossos chefes, e aqui morremos pela pátria e contra todos os que de nós quiserem fazer escravos!"

 

E é em defesa desta posição corajosa que apelo a todos vós, os verdadeiros conservadores, que apoiem sem reservas ou tibiezas a posição Venezuelana, alinhando Portugal contra França, na guerra que claramente se avizinha!

 

De Direita.

Contra a Tirania.

Pela Autoridade.

Pró Chavez.



Whatever happened to the bright ones
Posts mais comentados
Pesquisar
 
Tags

todas as tags