as moscas @ 21:29

Qua, 30/12/09

As moscas lançam mais uma grande causa, desta vez a petição para o Referendo com a seguinte pergunta:

 


“Concorda que o casamento possa ser celebrado entre pessoas de sexo diferente?”


http://www.petitiononline.com/cpsd/petition.html

 

 

 

ao  parlamento português

Um grupo de cidadãos portugueses inicia neste dia as diligências necessárias ao lançamento de uma iniciativa popular que proporá a realização de um referendo que incidirá sobre a seguinte pergunta:
“Concorda que o casamento possa ser celebrado entre pessoas de sexo diferente?”

A definição do conceito de casamento de forma a nesse contrato incluir uniões entre pessoas de sexo diferente cristaliza o instituto milenar, que tem sido mutável em todas as épocas da história e a todas as civilizações. 

É de exigir que uma petrificação com este alcance histórico e civilizacional seja directa e claramente apreciada pela vontade popular.
A mesma exigência de debate se deve colocar sobre a admissibilidade da adopção por uniões de sexo diferente, e ainda que a procriação seja aprovada caso a caso avaliado por comissões específicas de forma a proteger a criança.
A opção sobre estas questões atravessa transversalmente o eleitorado dos vários partidos 
políticos e é patente que não reúne consenso, conforme se constata pelo número de deputados divorciados. 


Nas últimas eleições legislativas, este assunto não foi suficientemente debatido, de modo a poder deduzir-se a vontade dos portugueses acerca dele. 
Os partidos negligenciaram notoriamente nos seus programas o ‘casamento’ entre pessoas de sexo diferente não podendo os eleitores manifestar-se acerca desta premente questão.

O Referendo é o mais fiel amigo da democracia participativa e da expressão da vontade 
popular. O poder é do povo e a classe política não tem de se comprometer com decisões arriscadas para com o status quo. 

O instituto de Referendo tem sido utilizado com frequência noutros Estados para decidir sobre esta mesma questão, a vida da vizinha, a regionalização ou a independência da Madeira.

Os filhos de pais recém divorciados têm uma palavra a dizer, assim como os de pais casados.

A minoria que se casa todos os anos não pode impor ao resto da sociedade que aceite os seus "casamentos" feitos livremente e ao deus dará, muitas vezes com consequências nefastas como o divórcio, lares desfeitos e partilhas onerosas.

 



Profirio @ 04:28

Qui, 31/12/09

 

Em breve vão ser todos castigos por tais aberrações...

Isto vai contra as próprias Leis da natureza...

Eu tenho o dito que para 2012 já não falta assim tanto...

Mas podem ainda aproveitar alguns paneleiros que por aqui andam para se irem casar a Holanda...

O castigo da Humanidade será um bom exemplo para essas aberrações da Natureza...

jofras @ 08:25

Qui, 31/12/09

 

Eu cá só quero casa com 3 gajas, assim se tiver 2 filhos de cada (em tempos diferentes) e todos fizerem como eu a população portuguese dresce 50%.
E os meus direitos? Qualquer paneleiro de rua tem mais direitos do que eu?

Mas também há quem queira casar com o seu cão, será que estes também vão conseguir
ver os seus direitos animalescos satisfeitos antes de mim?

jofras @ 08:27

Qui, 31/12/09

 

so 2 pequenas correcções:
-casar em vez de casa
-cresce em vez do erro escrito

Daniel Jet @ 08:56

Qui, 31/12/09

 

Olha só esta!

FIlho: Ó pai tu tens uma pilinha tão grande!

PAI: Ò filho então vai mas é ver a da tua mãe!

Tatiana @ 09:31

Qui, 31/12/09

 

Pois é. A lei lá foi mesmo ao Parlamento sem referendo. Parece que mais uma vez as moscas levaram com o grande mata-moscas estatal e é bem feita!
Ai o referendo é amigo da democracia? É, por isso é que vai tanta gente votar. Deixem lá os gays em paz que casamentos desfeitos, familias onerosas e outras alarvidades contidas no texto provém é dos casamentos MACHOS e nada panilas de homens com mulheres. Um homem casar com outro homem é uma aberração mas esses atrasados bebados que espancam a mulher e os filhos todos os dias, isso já é de valor não é! E qualquer dia aprovam o casamento entre um homem e uma macaca e um homem e um pedofilo? Macacas realmente é o que não falta e geralmente estão casadas com um homem, e não sei se sabem mas estudos comprovam que a maioria dos pedófilos são homens, heterossexuais e casados!

Que País de atrasados mentais que continuamos a ter.
Até logo camaradas!!!

A SÉRIO!!!! @ 10:19

Qui, 31/12/09

 

SERÁ QUE LERAM BEM A COISA? CASAMENTO ENTRE PESSOAS DE SEXO DIFERENTE!!! PERCEBERAM? DIFERENTE!!!! HOMEM/MULHER...daaaaa!!!!! PARA QUÊ ESSES COMENTÁRIOS? CONCORDO QUE NEM TODAS AS PESSOAS QUE SE CASAM REUNEM AS CONDIÇÕES PARA TAL. ALIÁS DEVERIA SER OBRIGATÓRIO, SIM! OBRIGATÓRIO!!!! FAZER RASTREIOS DE SAÚDE, PSICOLÓGICOS, TESTES,SEJAM LÁ QUAIS FOREM, A FIM DE AFERIR SE, TODOS AQUELES QUE SE CASAM E PODEM PROCRIAR, ESTÃO APTOS A FAZÊ-LO! PORQUE COLOCAR SERES HUMANOS NO MUNDO DEVIA SER UM ACTO DE ALTA RESPONSABILIDADE! NÃO É SÓ PARIR E O RESTO LOGO SE VERÁ! TENHO DITO.

SOFIA @ 10:35

Qui, 31/12/09

 

QUEM REINVINDICA PELA DIFERENÇA NÃO PODE REINVINDICAR PELA IGUALDADE!!!!!


drmaybe @ 10:45

Qui, 31/12/09

 

onde está a jornalista do CM?

JBM @ 10:49

Qui, 31/12/09

 

Concordo com o casamento de duas pessoas do mesmo sexo, desde que o homem possa casar com duas ou mais mulheres.


jonasnuts @ 10:50

Qui, 31/12/09

 

Ao contrário do que fariam prever twitts recenetes, este post está em destaque na Homepage do SAPO. :)

Whatever happened to the bright ones
Pesquisar
 
Tags

todas as tags