Aurea Mediocritas @ 17:14

Sab, 20/03/10

 

Saiu recentemente uma sondagem que lhe é favorável. Aos olhos de muita gente, causa admiração como tem resistido ao fogo que sobre si incide. Não seria mais prudente sair para se defender? Tudo o que tem sido dito não afecta a sua actividade, não teme que fira a imagem que as pessoas têm de si?


"Uso a minha inteligência emocional para ignorar tanta coisa que se escreve e se diz."

 

E  quem mais diz é quem mais é.

 

Está a referir-se a membros de algum partido, especificamente?

 

São todos maus para mim.


As queixas são só contra o PSD?

 

Não. São todos maus e mentirosos.


Os partidos vão levar o assunto a uma comissão de inquérito.

 

São todos maus para mim, eis a razão.


O presidente da República disse que a prova de que os portugueses não estão esclarecidos é que foi criada a comissão de inquérito. Qual o seu comentário?

 

 

São todos maus para mim.


Se for convocado, aceita compare-cer ou responderá por escrito?Se for convocado, aceita compare-cer ou responderá por escrito?

 

Os meus lacaios já responderam. Além disso não falo com pessoas que são más para mim.


Há dias, em entrevista televisiva, Cavaco Silva disse, cito de memória, que as reuniões com o primeiro-ministro são de trabalho. Assina de cruz?

 

Apesar de ele ser mau para mim, eu sou um senhor e aguento-me.

 

A questão das chamadas "escutas a Belém" e, sobretudo, a do Estatuto dos Açores, em momento algum esfriaram a relação entre os dois órgãos?

 

Não. E se voltar a fazer essa pergunta está a ser mau para mim.


Isso significa que a chamada cooperação estratégica se mantém, que a subscreve?

 

Tá tudo bem. Não se preocupem.


Onde se manifestam as diferenças?

 

Em coisas de gajas.

 

Tudo temas sociais…

 

Sim.

 

Quero confrontá-lo com uma frase proferida esta semana por Mário Soares, que mostrou algum incómodo com o que entende ser a falta de debate no partido: "O PS pode tornar-se um partido morto e ineficaz". Quer comentar?

 

Sim. É mentira.

 

Considera, então, exagerada a análise de Mário Soares.

 

O Mário também é mau para mim.


Quando diz que o PS está entregue a si próprio, está a vitimizar-se, a dizer que estão postas em causa condições para governar?

 

Apesar de estarem todos a serem maus para mim, eu nunca me agacho!

 

A 24 de Junho de 2009, também disse na AR que o Estado não se envolve em negócios de uma empresa predominantemente privada. Dois dias depois, tomou a iniciativa de abortar o negócio.

 

Não quero ficar falado.

 

A afirmação foi interpretada como sendo o Estado a acabar o negócio. Ora, nessa altura, sabia que tinha terminado. Henrique Granadeiro informou-o na véspera.

 

Estavamos todos de acordo, ainda bem porque senão era uma maçada.

 

Receou que o negócio pudesse ser interpretado como "frete" ao Governo, como disse Granadeiro na comissão de Ética?

 

Pois. Obrigado pela pergunta.


O presidente da República disse que no seu tempo [de primeiro--ministro] o Governo tinha sempre conhecimento deste tipo de situações...

 

As porcarias que ele fazia no tempo dele, eu não sei nem me quero meter. Que eu não gosto de ser mau para ninguém.

 

Ficou por esclarecer se tenciona ir à comissão de inquérito ou se vai responder por escrito.

 

Não digo.

 

Está a fugir à questão. Se o chamarem vai ou não?

 

Está ser mau para mim!

 

 

Acha possível não o chamarem?


Sim. Nem percebo porque é que sou falado nesta conversa.



Supostamente, é por isso que há uma comissão de inquérito, para apurar se a suspeita corresponde ou não à verdade.


Se eu andasse a dizer coisas sobre as outras pessoas acha que isso era razão suficiente para se tentar saber se era verdade?


Não, mas deve respeitar os poderes de fiscalização da AR, de que as comissões de inquérito são instrumentos.

 

Mau, mau! Está a ser mau para mim outra vez!

 


Os deputados têm legitimidade para entender que tem de depor.


Pois têm. Mas você é jornalista, também pode interrogar-se sobre quem é que falta ouvir.


A minha opinião é indiferente.

 

Insolente! Responda à minha pergunta!

 

(a partir daqui as respostas são exactamente as dadas na entrevistas. You can't make this shit  up.)

 


A comissão de inquérito tem poderes judiciais, ao contrário da comissão de Ética.

 

Que argumento é esse? Acha que as pessoas respondem de forma diferente?

 

A capacidade de apurar factos é diferente. Por isso os deputados decidiram avançar para uma comissão de inquérito.

 

Disse na entrevista a Miguel Sousa Tavares, na SIC, que se alguém invocou o seu nome foi abusivamente. Não deveria, então, ter agido contra quem o fez?

Não tenho nenhuma prova disso.

 

Há publicação de escutas.

Escutas sobre conversas privadas não são tema político. Eu não branqueio crimes de violação do segredo de Justiça, que são crimes contra as pessoas e contra a dignidade da Justiça.

 

Rui Pedro Soares já lhe pediu desculpa por o ter envolvido indirectamente nesta questão?

Não tem de me pedir desculpa. O que foi cometido, com a publicação de escutas, foi um crime contra ele. Lamento não ter visto nenhum líder político condenar esse crime. Pelo contrário: vi muitos tentarem aproveitar-se desse crime para o usarem contra mim.

Não está a dizer o que pensa. Os deputados tomaram essa decisão com o único propósito de me atacar pessoalmente. Querem manter o clima de suspeição. Se alguém tivesse evidência de uma contradição, aceitaria. Doutra forma, a intenção é evidente.

 

Há uma expressão sua que ajudou a criar alguma confusão, a distinção entre conhecimento e conhecimento oficial.

 

Disse e mantenho que era público desde há mais de um ano que a Prisa queria vender activos, entre os quais a Media Capital. Era a isso que me referia, nada mais. A tese delirante do controlo da comunicação social pressupõe que o Governo deu orientações a alguém para agir de determinada forma. Ora isso não é verdade.

 

Nunca falou, durante esse período, com Rui Pedro Soares?

 

Já me fizeram essa pergunta dez vezes. Nunca falei com nenhum administrador da PT sobre a compra da TVI.







 



Whatever happened to the bright ones
Twitter
Pesquisar
 
Tags

todas as tags