Sr. Rocha da Internet @ 15:35

Sab, 13/03/10

 

 

Olá. A esta hora as pessoas que estão na bienal do pão*, em Mafra, ainda não perceberam por que é que a comunicação social está toda enfiada no pavilhão Ministro dos Santos a dar atenção a pessoas que só começam a almoçar às três da tarde e que, provavelmente, estão a comer aquele pão martelado do Continente.

 

Permitam-me que vos fale de Ministro dos Santos. Este é um homem vítima da ambição dos pais e que carrega no nome a frustração de expectativas. És um fraco, só chegas a Presidente da Câmara. Fodido com este pequeno detalhe, e há 25 anos a ocupar o papel principal na política mafrense, Ministro construiu um pavilhão moderno e, num voto de louvor pelo desempenho, deu-lhe o seu próprio nome.

 

No fundo isto é uma liga dos últimos mas em grandes. O que me faz levantar uma questão que há muito deveríamos ter colocado. Por que não um canal PSD? Costuma dizer-se que o PSD é a imagem mais clara do país - um saco de gatos. Se o Benfica, que é claramente a imagem do país, tem um canal, por que motivo não há-de ter o PSD que, por acaso, também ajudou a que os senhores da PT pudessem ter oferecido um canal ao Benfica. Isto anda tudo ligado. Até me dói a cabeça.

 

Podem-me dizer: "ah, mas tirando esta altura dos congressos aquilo anda amorfo". Sim, mas no Benfica também só se ganha alguma coisa de 5 em 5 anos e aquilo parece que tem programação para a semana toda.

 

Senão, vejamos. Durante a tarde poderiam pôr imagens da comissão de ética com Mário Crespo, umas escutas antes do almoço e à tarde os três discursos do Sá Carneiro que incrivelmente ainda servem de charneira ideológica. Depois à noite fazia-se um programa com Menezes, Ribau e Gomes da Silva... vá, e por que não Mendes Bota, reservando para o fim-de-semana um programa de comentário com Marcelo Rebelo de Sousa e Luís Freitas Lobo moderado por Manuela Moura Guedes, programa esse que poderia ter a duração de 5 horas sem intervalos.

 

Depois, nestas alturas de congressos, faziam um vox pop à porta e davam a palavra à rapaziada da jota para que o país inteiro pudesse ver o risco que os seus filhos correm no futuro.

 

Olha, até podia ser a Ongoing a tratar disto, se o Dr. Balsemão não quisesse. Sejamos perseverantes.

 

 

*tenham calma, não se desloquem para Mafra que não há bienal nenhuma, era só um desbloqueador de conversa.



Whatever happened to the bright ones
Twitter
Pesquisar
 
Tags

todas as tags