Sr. Rocha da Internet @ 01:38

Qui, 25/02/10

Boa noite. Como eu vivo num subúrbio o perigo do filha da puta do temporal que faz lá fora não é alarmante no sentido de provocar possíveis derrocadas visto que a única hipótese de calamidade que por aqui existe é a de um grupo de delinquentes desatar a incendiar carros, hipótese essa que está desde já afastada, não pela impossibilidade de combustão mas por um certo aburguesamento dos tais indivíduos com problemas a nível de inserção social.

 

No caso das propriedades do Dr. Jardim, como diria um qualquer militante da extrema esquerda ou qualquer outro idiota socialista, a situação já não é tão favorável como a minha visto que para além das derrocadas também a delinquência é ainda uma forte possibilidade.

 

Com efeito, parece-me que essa mesma delinquência burguesa se apoderou da Palmira Silva que estava em casa aborrecida e começou a escrever este monte de merda. Não lhe passou pela cabeça mal oxigenada durante a tarde do dia 21 de Fevereiro devido, provavelmente, a uma noite de sábado tempestuosa (estou a especular) que os lacaios do Dr. Jardim estivessem fodidos não só com o local de trabalho todo estraçalhado como a cona da Cicciolina em dias de festa (talvez o facto de ter os computadorzecos num r/c seja pouco importante quando a puta da cidade está toda inundada) como com a cabeça noutro local igualmente estraçalhado e onde hipoteticamente vivem as suas famílias e os seus entes mais queridos (estou no meu momento "pessoas do twitter muito preocupadas com a Madeira").

 

Não fosse eu ter descoberto este comentário de inquestionável decoro da rigorosa Palmira no blog de uma anónima, com quem eu já jantei várias vezes e de quem garanto a existência física e moral, e o meu temperamento misógino já estava em alerta amarelo em vários distritos do meu corpo perfeitamente identificados por mim.

 

Felizmente o DMX acabou de salvar o mundo sem dar um único tiro num filme que é puro serviço público. Há coisas mais irónicas.



PDuarte @ 20:53

Qui, 25/02/10

 

eu gosto de ti, caralho. eu gosto de ti.
estás a ir em demasia nessa torrente que é a escola maradoniana mas gosto de ti, caralho.

Whatever happened to the bright ones
Twitter
Pesquisar
 
Tags

todas as tags