Sr. Rocha da Internet @ 10:50

Qua, 24/02/10

Será que o Fantasporto vai voltar a dar credencial à Sofia Bragança Buchholz?

É que da última vez que isso aconteceu (o Fantas deu credenciais ao 31 por ser um blog, explorando assim a capacidade que os bloggers têm de influenciar as massas com o seu conhecimento erudito) a menina Brololololtz foi para lá comentar o hall of fame do Rivoli. Filmes que é bom: nicles batatóides! Durante a semana lá ia copiando as sinopses do site... vou ser simpático - lá copiava à mão as sinopses do folheto promocional do festival. De resto era uma espécie de Carlos Castro do cinema fantástico. Deve ser é fodido não conhecer ninguém por - como é que diz? - pura ignorância e pretensiosismo serôdio, mas pronto, sempre dá para comentar os vestidos.

E depois é salas cheias na estreia, claro, que é para esta rapaziada vir para a blogosfera dar glamour ao Fantasporto. Deve ser do Glamour do Peter Jackson ou o caralho.




Aurea Mediocritas @ 14:29

Qua, 24/02/10

 

Mas ... há blihetinhos pó 31 e não há bilhetes pó Moscas?!

Não estou em mim de ira.


drmaybe @ 15:12

Qua, 24/02/10

 

ela deixou um link muito interessante para o site do fantasporto

DG @ 22:09

Qua, 24/02/10

 

se ela me fizer uns bóbós também, o meu primo q é super erudito escreve as criticas! Vale?

memi doore @ 02:28

Qui, 25/02/10

 

Sofia Bragança Buchholz
País de Origem: Portugal
Biografia: Sofia Bragança Buchholz nasceu no Porto, em 1967. Apesar de ter enveredado pela área da Economia, especializando-se em Marketing, o seu gosto pelas «Letras» é paixão antiga. Costuma dizer, por graça, que, se pudesse «pedir» uma palavra, ela seria «abcdefghijklmnopqrstuvxyz», a única capaz de criar todas as outras.
Aos 14 anos escreveu o seu primeiro conto e desde aí nunca mais parou.
Em 2003 publica o título De Mãos Dadas com a Perfeição, editado pela Presença, e que ficará sendo o seu romance de estreia.

http://www.presenca.pt/catalogue.ud121?oid=13542&cat0_oid=-70228&extra_info=true&from_zone=Listagem+Autores+Indice


custodioserodio @ 09:08

Qui, 25/02/10

 

Portugal tem escritores, escritores, autores, poetas, gente que escreve ou copia como se não houvesse amanhã. É uma coisa doida.


Sr. Rocha da Internet @ 11:07

Qui, 25/02/10

 

Bem, perante esse currículo calo-me. Como é possível? Estou desarmado pela perfeição dessa criatura. Qual Margarida Rebelo Pinto?

Pessoa sem personalidade jurídica @ 11:48

Sex, 26/02/10

 

"Aos 14 anos escreveu o seu primeiro conto e desde aí nunca mais parou"
be afraid... be very afraid...
Será que alguém conseguirá pará-la?

Whatever happened to the bright ones
Twitter
Pesquisar
 
Tags

todas as tags