Sr. Rocha da Internet @ 18:06

Sab, 05/12/09

 

A propósito desta notícia que em muito nos entristece, parece-nos claro que é nosso dever chamar à atenção para uma situação muito delicada e que pode ter consequências nefastas nas ruas de Copenhaga.

 

A social democracia europeia toldou a mente dos nossos governantes. Esta é a conclusão a que se pode chegar após uma iniciativa que tem como objectivo censurar uma "actividade perfeitamente legal". Respeitamos em absoluto a posição das prostitutas dinamarquesas, mas não podemos ficar calados perante o drama que pode vir a ser vivido pelos seus empresários.

 

Nem todas as prostitutas dinamarquesas são profissionais liberais. Muitas delas trabalham por conta de outrem. Esta situação faz com que, em última análise, seja toda uma empresa a ser prejudicada por uma iniciativa política que roça o mais profundo dos comportamentos ditatoriais.

 

Chulos de todo o mundo: uni-vos! Amanhã podeis ser vós a ver ameaçado o trabalho de anos; um trabalho de esforço e dedicação para que muitos dos vossos concidadãos tenham acesso a algo que, por razões pessoais, interiores ou exteriores, não podem ou não querem ter.

 

Vamos ser todos solidários com uma classe muitas vezes desprezada, mas que também ela, pela sua capacidade de organização e pela sua produtividade, tem um contributo inestimável não apenas para a nossa economia, mas também para a felicidade de muitos.


Tags:

Anónimo @ 22:48

Sab, 05/12/09

 

Cá para mim a Ritt tem dor de corno (maneira de dizer, porque a dor deve ser uns palmos mais abaixo). Ou então quer prejudicar a mãe (quem sabe se também o pai). Ou tramar a vida aos hoteleiros. Ou (e será bem mais grave) dar uma machadada na livre concorrência e abichar ela todo o negócio (das relações com os conferencistas, entenda-se). Conferencistas esses que são ilustres governantes do mundo e muitos deles filhos daquelas senhoras...
No meio deste jogo de interesses, são também apanhados os empresários, ditos chulos, que não têm nada a ver com isto....

Whatever happened to the bright ones
Twitter
Pesquisar
 
Tags

todas as tags